Educação – Missão (ím)possível

Nov 26, 2018

Para quase todos, a educação é uma missão que deve ser e que se deseja possível, mas em que, quase sempre, se manifesta muito difícil alcançar os objetivos previamente traçados.

A educação(1) é das políticas públicas mais importantes e ocupa um lugar destacado, quer seja aquando das campanhas eleitorais nos diferentes programas eleitorais quer, posteriormente, no programa do Governo eleito que verterá em sede de Orçamento do Estado a relevância que efetivamente lhe dá, pelo montante a investir nos diferentes setores do sistema educativo.

Para quase todos, a educação é uma missão que deve ser e que se deseja possível, mas em que, quase sempre, se manifesta muito difícil alcançar os objetivos previamente traçados.

No domínio das organizações internacionais e comunitárias, a Organização de Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), a União Europeia, a UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, entre outras, aprovam as respetivas prioridades que deverão ser seguidas pelos Estados-membros e que assumem particular pertinência no momento de determinar as políticas públicas de cada Governo.

Em termos internos, a educação tem vindo a crescer em termos de importância não só pelo nexo de causalidade direta que tem com a qualificação dos respetivos cidadãos, bem como, na criação de emprego, mas, igualmente, porque a sua crescente globalização faz com que atualmente o crescimento do PIB conte sempre com o impacto do número de estudantes em percursos académicos transnacionais havendo uma crescente valorização do papel dos “stakeholders” da educação na dinamização e consolidação da economia nacional.

Ainda na semana passada o Governo português, através de Manuel Heitor, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, fez saber que no próximo ano letivo se pretende que o número de vagas destinadas ao concurso especial para estudantes estrangeiros seja de 25%. Assim, pretende-se passar dos 10.200 lugares disponíveis no corrente ano letivo, para 12.700 em 2019/20.

A globalização do ensino também significa que as instituições de ensino podem e devem internacionalizar-se, além da Internationalisation at Home em que se pretende que o campus seja internacional, através das alterações no curriculum académico, das parcerias globais no âmbito da investigação e na dinamização das competências digitais que potenciam políticas de conhecimento em que não há fronteiras e nas quais todos os membros da comunidade académica podem beneficiar dum ambiente internacional sem participar num programa de mobilidade.

No caso concreto das instituições de ensino portuguesas a internacionalização para o espaço da CPLP permitirá paralelamente um aumento dos investimentos por parte das empresas pois a crescente qualificação dos recursos humanos permitirá diversificar a sua tipologia em diferentes setores o que terá um impacto direto no crescimento multilateral do emprego e na balança comercial dos respetivos Estados.

Apesar de tudo, a educação é uma missão possível!

(1)Já abordámos aqui a relevância da educação nas suas diferentes perspetivas, eg: https://www.jornaldenegocios.pt/opiniao/colunistas/teresa-damasio/detalhe/a-escola-e-a-revolucao-na-igualdade-da-educacaohttps://www.jornaldenegocios.pt/opiniao/colunistas/teresa-damasio/detalhe/a-formacao-e-o-futuro-da-educacao-em-portugal

Administradora do ISG | Instituto Superior de Gestão e do Grupo Ensinus

Artigo em conformidade com o novo Acordo Ortográfico

Artigo publicado em 26/11/2018 em Jornal de Negócios

Outras Notícias

Feira de Educação – Bicentenário da Independência do Brasil

Feira de Educação – Bicentenário da Independência do Brasil

A Senhora Administradora do Grupo Ensinus, Dra. Teresa do Rosário Damásio, estará hoje presente, 23 de junho, pelas 15h45, na Feira de Educação – Bicentenário da Independência do Brasil. A sua intervenção está integrada na Mesa Redonda “200 Anos de Mulheres” e conta...

Dra. Teresa Damásio em entrevista à Mais Educativa

Dra. Teresa Damásio em entrevista à Mais Educativa

A Dra. Teresa do Rosário Damásio, Administradora do Grupo Ensinus cedeu uma Entrevista ao GUIA da FORMAÇÃO PROFISSIONAL 2022/2023, na edição de Maio 2022 da Mais Educativa. Queres saber mais sobre as vantagens deste ensino? Esta entrevista poderá ajudar-te!...

Grupo Ensinus na NAFSA  – Association of International Educators

Grupo Ensinus na NAFSA – Association of International Educators

O Grupo Ensinus vai estar presente na NAFSA - Association of International Educators, através da presença do ISG|Business and Economics School, no Pavilhão Study & Research in Portugal, de 31 de maio a 3 de junho de 2022. A Senhora Administradora do Grupo Ensinus,...

Encontro entre Entidades Protocoladas do Projeto ENSINUS+

Encontro entre Entidades Protocoladas do Projeto ENSINUS+

Ainda no rescaldo das comemorações do Dia de África, o Instituto Superior de Gestão assinalou a efeméride com um encontro entre todas as Entidades protocoladas do PROJETO ENSINUS +. Este Projeto visa promover o acesso e paridade na Educação, por parte de comunidades...

Dra. Teresa Damásio em entrevista ao Podcast AADUL

Dra. Teresa Damásio em entrevista ao Podcast AADUL

A Senhora Administradora do Grupo Ensinus, Dra. Teresa do Rosário Damásio esteve presente em entrevista no Podcast AADUL. Este podcast da Associação Académica de Direito da Universidade Lusófona trata de diversos temas com variados convidados, no mundo jurídico e não...