O Direito do Trabalho e a Igualdade de Oportunidades

Nov 29, 2021

O Direito do Trabalho ocupa invariavelmente a agenda mediática. Estamos habituados a ouvir falar deste ramo do Direito Privado como centro da vida portuguesa por um vasto conjunto de razões. A mais importante delas é a que se prende com a Igualdade de Oportunidades e que decorre do Código do Trabalho de 2009 e posteriores alterações em 2015.

Com a introdução da Igualdade de Oportunidades houve, igualmente, a substituição do Direito da Maternidade e da Paternidade pelo regime da Parentalidade e o surgimento dos Direitos de Personalidade tanto na ótica do empregador como o trabalhador. Ou seja, em 2009 ocorreu uma revolução no Direito Laboral português e desde esse momento que o conceito de Igualdade de Oportunidades tem vindo a ganhar cada vez mais relevância técnico jurídica.

Se estávamos habituados a debater esta noção teórica do ponto de vista da sociologia e da economia, desde 2009 que passámos a discuti-lo em termos jurídicos e isso trouxe enormes mais-valias às relações laborais e promoveu o estudo de novos conceitos em termos jurídicos laborais pois já tínhamos em termos constitucionais o artigo 13.º que previa o Princípio da Igualdade, mas não tínhamos em termos laborais.

Esta nova realidade jurídica veio trazer uma nova visão sobre o Direito do Trabalho enquanto ramo do Direito que regula a relação laboral entre trabalhador e empregador os quais passaram a ser regulados como pessoas dotadas de Direitos de Personalidade e, consequentemente, com previsões e estatuições legais que lhes acrescem mais Direitos, Liberdades e Garantias.

Cada vez mais o Direito do Trabalho é assumido como uma garantia de bem-estar para os sujeitos da relação laboral. Boas condições de trabalho promovem retribuições justas e equitativas, bem como níveis de vida estáveis e que visam o crescimento económico e o desenvolvimento sustentável.

Ainda nas ultimas negociações do Orçamento de Estado verificámos que as discussões entre o Governo e os vários partidos da oposição se centraram na agenda laboral e no âmbito da Igualdade de Oportunidades. Isto porque sem um bom Direito do Trabalho não há justiça social.

A introdução deste conceito humanizou ainda mais o Direito do Trabalhou pois introduziu conceitos como a discriminação direta e indireta, o assédio e a proibição deste, bem como medidas de ação positiva que prevê e estatui no Artigo 27.º Medida de Acão positiva “Para os efeitos deste Código, não se considera discriminação a medida legislativa de duração limitada que beneficia certo grupo, desfavorecido em função de factor de discriminação, com o objetivo de garantir o exercício, em condições de igualdade, dos direitos previstos na lei ou corrigir situação de desigualdade que persista na vida social”.

Tudo isto fez com que o Direito do Trabalho português promovesse uma transformação muito positiva nas relações laborais e colocasse o diálogo social e a paz social no centro da agenda laboral.

O Princípio da Igualdade e não descriminação encontrou o seu lugar no ordenamento jurídico laboral nacional e isso trouxe enormes mais valias para a relação laboral quer seja de natureza privada quer seja de natureza coletiva.

Dra. Teresa do Rosário Damásio, Administradora do Grupo Ensinus para a Link to Leaders

Outras Notícias

Feira de Educação – Bicentenário da Independência do Brasil

Feira de Educação – Bicentenário da Independência do Brasil

A Senhora Administradora do Grupo Ensinus, Dra. Teresa do Rosário Damásio, estará hoje presente, 23 de junho, pelas 15h45, na Feira de Educação – Bicentenário da Independência do Brasil. A sua intervenção está integrada na Mesa Redonda “200 Anos de Mulheres” e conta...

Dra. Teresa Damásio em entrevista à Mais Educativa

Dra. Teresa Damásio em entrevista à Mais Educativa

A Dra. Teresa do Rosário Damásio, Administradora do Grupo Ensinus cedeu uma Entrevista ao GUIA da FORMAÇÃO PROFISSIONAL 2022/2023, na edição de Maio 2022 da Mais Educativa. Queres saber mais sobre as vantagens deste ensino? Esta entrevista poderá ajudar-te!...

Grupo Ensinus na NAFSA  – Association of International Educators

Grupo Ensinus na NAFSA – Association of International Educators

O Grupo Ensinus vai estar presente na NAFSA - Association of International Educators, através da presença do ISG|Business and Economics School, no Pavilhão Study & Research in Portugal, de 31 de maio a 3 de junho de 2022. A Senhora Administradora do Grupo Ensinus,...

Encontro entre Entidades Protocoladas do Projeto ENSINUS+

Encontro entre Entidades Protocoladas do Projeto ENSINUS+

Ainda no rescaldo das comemorações do Dia de África, o Instituto Superior de Gestão assinalou a efeméride com um encontro entre todas as Entidades protocoladas do PROJETO ENSINUS +. Este Projeto visa promover o acesso e paridade na Educação, por parte de comunidades...

Dra. Teresa Damásio em entrevista ao Podcast AADUL

Dra. Teresa Damásio em entrevista ao Podcast AADUL

A Senhora Administradora do Grupo Ensinus, Dra. Teresa do Rosário Damásio esteve presente em entrevista no Podcast AADUL. Este podcast da Associação Académica de Direito da Universidade Lusófona trata de diversos temas com variados convidados, no mundo jurídico e não...